Guarujá fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande

Informações sobre Guarujá fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande

Descrição

Localizada na entrada do canal do porto de Santos, monumento histórico preservado, a Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande, também conhecida como Fortaleza de São Miguel, Fortaleza da Praia Grande ou Fortaleza da Barra Grande, entre a praia do Góis e a praia de Santa Cruz dos Navegantes, batendo a Barra Grande, canal de acesso ao porto da vila (hoje cidade) de Santos, no atual município do Guarujá, no litoral do estado brasileiro de São Paulo.


História


A fortaleza foi erguida a partir de 1584, no contexto da Dinastia Filipina (1580-1640), após o ataque do corsário inglês Edward Fenton(dezembro de 1583) a Santos, rechaçado por Andrés Higino, a frota de Andrés Higino estava sob o comando do Almirante D. Diogo Flores de Valdés no sul do Brasil, quando encontrou uma nau atacada por Edward FentonDiogo Flores de Valdés tinha a missão de navegar pela costa brasileira até a entrada do Estreito de Magalhães em busca de corsários como Sir Francis Drake conhecido como El Dragon, sabendo das notícias Valdés designa Higino como comandante de três Galeões para retornar à Vila de Santos e atacar os corsários. A sua planta original é atribuída ao arquiteto militar italiano Giovanni Battista Antonelli, integrante dessa armada (1582-1584), e foi artilhada com algumas peças de um galeão capturado a corsários na ocasião. SOUZA (1885) entende que essa fortificação era de fraca construção,[2] não tendo oferecido resistência ao ataque do corsário inglês Thomas Cavendish (1590).[3] Rechaçou a tentativa de reabastecimento do almirante neerlandês Joris van Spielbergen (3 de fevereiro de 1615), e posteriormente a tentativa de assalto do corsário francês Jean-François Duclerc (agosto de 1710), que se dirigiu em seguida ao Rio de Janeiro.


Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/...


Horário de visitação:

todos os dias das 9:00 até as 17:00